Planta baixa: saiba o que é e como entendê-la

Postado em 14/06 em ARQUITETURA

Você já viu ou já ouviu falar em planta baixa? Toda vez que nos envolvemos em um projeto arquitetônico ou de design de interiores, ouvimos muito falar sobre ela. Para quem não tem intimidade com o assunto, a gente explica: a planta baixa é um dos documentos básicos que o arquiteto desenvolve com o objetivo de reunir as informações básicas do projeto da edificação e facilitar o acompanhamento do mesmo.

Com a planta baixa de uma casa ou apartamento, por exemplo, é possível ter a noção de todos os ambientes e como eles se interligam. No início pode parecer difícil compreender o que ela é, para que serve ou até mesmo visualizar o projeto. Mas é aí que o Casa Para Viver entra – o post de hoje serve para te explicar a função deste documento, e como interpretá-lo. Vamos lá?

 

  • Planta baixa: para que serve?

Na planta baixa, são apresentados todos os ambientes do seu projeto. Isso significa que você poderá encontrar a largura, comprimento e área dos cômodos, bem como as aberturas, como portas e janelas.

A planta baixa, juntamente com os outros elementos de representação gráfica de uma edificação como corte, fachada, planta de situação e localização, que serão explicadas em outra oportunidade, compõem o conjunto mínimo de documentos necessários do projeto legal, que é o documento exigido pelas Prefeituras Municipais para que se dê entrada no processo de solicitação de alvará de construção.

Resumindo: ela vai facilitar o acompanhamento do seu projeto e evitar erros durante a execução da sua obra.

 

  • A Escala

Lembra daquela aula de desenho que você teve lá longe, na escola? Onde mexia no compasso e brincava de ser arquiteto? Bom, é aí que a escala entra. Ela é a representação das dimensões reais de um objeto no papel através de um determinado fator. Em um projeto de arquitetura, por exemplo, como não seria possível representar as dimensões reais de uma edificação em um papel, ela é representada através de uma escala, onde cada medida no papel representa uma determinada medida real da edificação.

Ao montar uma planta baixa as escalas normalmente utilizadas são de 1:50 e 1:100. Para nossos leitores que não gostam muito de números, isso pode confundir ainda mais. Então se liguem no macete: como cada 1cm corresponde a xcm na realidade, se na escala for 1:50, significa que a representação dela é um para 50. Ou seja, a dimensão representada do objeto no papel será 50 vezes menor que a realidade.

 

  • Como uma planta baixa é representada?

A organização da planta cabe ao arquiteto, que irá demarcar as paredes de cada ambiente no projeto com suas medidas (cotas), área e identificação, representar as esquadrias (em suas devidas posições e dimensões), os arcos que demonstram as aberturas das portas, a posição dos vasos, pias e chuveiros, bem como escadas, pisos e beirais.

O arquiteto também pode representar, na planta baixa, o layout, ou seja, os móveis e os objetos decorativos que serão usados em cada espaço, assim como o projeto de iluminação, a parte elétrica, estrutural e hidráulica da obra.

 

 

  • Como eu posso interpretar uma planta baixa?

O truque para compreender esse desenho técnico é pensar como se o imóvel fosse cortado horizontalmente por uma lâmina, em uma altura de 1,5m e retirada a parte de cima. Mas o que isso realmente significa? No bom e velho português, isso significa que você está observando o local representado visto de cima. Estar atento aos símbolos inseridos pelo arquiteto, é outra dica para entender a planta baixa do seu imóvel.

 

  • Por que 1,5m?

A resposta é simples. Como normalmente o peitoral das janelas está a 1m do piso, o corte é feito nesta altura para que elas possam ser representadas nesta planta.

 

  • Depois da planta baixa

A planta baixa é o primeiro elemento que representa o imóvel. Depois da planta pronta, é chegado o momento de elaborar os demais elementos que irão compor o projeto arquitetônico.

Simples assim! Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com os amigos em suas redes sociais.

Sobre o Autor