Espada-de-são-jorge: flexibilidade faz da planta queridinha da decoração

Postado em 13/07 em DECORAÇÃO

Ter o verde em casa traz um aconchego e uma alma especial para os ambientes. Para quem quer ter algumas plantas, mas não tem muito tempo para cuidar, uma opção muito bacana é a espada-de-são-jorge. De origem africana, a planta é bem versátil e tem a grande vantagem de não precisar de muita água, assim como os cactos e suculentas. Todos esses aspectos fazem dela uma ótima opção para decorar ambientes internos e externos.

Reza a lenda que a planta traz também proteção contra o mau-olhado e deve ser colocada próxima à entrada das casas, para proteger os moradores. Também pode ser vista em estabelecimentos comerciais, para garantir bons negócios. Apostar nesse tipo de planta para decorar a casa é a opção ideal para quem deseja contato com a natureza no interior do lar, além de trazer cor e charme ao ambiente.

Tipos

A planta é uma herbácea sem caule, com folhas de consistência suculenta, largas e achatadas surgindo direto do rizoma (caule que cresce horizontalmente, geralmente subterrâneo, mas podendo também ter porções aéreas), com altura variável, podendo atingir cerca de 1 metro ou ultrapassar esta marca.

Apesar de possuir três espécies, devido as poucas diferenças entre elas, acaba-se atribuindo o nome de espada de São Jorge para todas elas. Conheça:

  • A verdadeira possui as folhas completamente verdes, com pequenas manchas em tons diferentes por toda a sua extensão.
  • Outra variação desta espécie é conhecida como espada de Santa Bárbara. Tem folhagem semelhante à anterior, mas, tem como diferencial a borda na cor amarela em toda a extensão de suas folhas.
  • O terceiro tipo é conhecido como lança-de-são-Jorge. Tem aparência um pouco diferente das anteriores. Suas folhagens são fechadas, apresentando características de uma lança e com formato cilíndrico.
  • Todas podem atingir cerca de 1 metro ou ultrapassar esta marca.

 

Proibida para os pets

Por conta da sua alta toxicidade, infelizmente este tipo de planta não pode ser consumida por animais de estimação. Dentre a sintomatologia apresentada por animais que foram intoxicados, é possível observar dificuldade nos movimentos, na respiração e salivação excessiva. Para não oferecer riscos, quem possui animais de estimação, deve evitar a planta ou posicionar os vasos em locais onde os pets não tenham acesso.

 

Como ter a planta na sua casa

 

Plantando

O método de plantio é igual ao das outras plantas. É só adquirir uma muda da planta e plantá-la no local desejado. Na hora de colocá-la no local de destino, separe a touceira (tufo espesso, composto por diversos eixos de uma única planta), retire uma folha contendo um pedaço da raiz e plante-a em um vaso com uma terra já preparada. Vale lembrar que o vaso deve ter um tamanho bom para a planta se desenvolver.

 

Decorando

Diversas são as maneiras de usar a espada de São Jorge. Elas ficam lindas dentro ou fora de casa e podem compor muito bem com outras plantas. Aliás, a espada de São Jorge misturada a outras plantas e flores se transforma em um arranjo original pelo contraste que proporciona.

Veja como decorar sua casa com ela:


– Juntamente com rosas, a espada de São Jorge deixa o ambiente externo da casa com um ar contemporâneo.

– Outra opção para a área externa é usar a planta para decorar paredes. Se plantada no chão, ela crescer acompanhando o desenho da parede.

– Por mais inusitado que pareça, a versão mini da planta pode ser cultivada até em taças de licor. Basta ter cuidado ao regar.

– Em casa, ela pode ser inserida na sala, entre sofá e poltronas. Ou até mesmo sobre um aparador, uma mesa lateral ou um balcão

 

Cultivando

A espada de São Jorge, está entre as espécies mis belas e que não necessita de muitos cuidados. É uma excelente escolha para quem não possui muito tempo para sua manutenção, além de ser extremamente resistente. Ela se adapta bem ao sol e a sombra e necessita apenas ser regada duas vezes por semana, em média.

Sobre o Autor

Redação Casa para Viver">Redacao Casa para Viver