Criado-mudo: peça transmite beleza e funcionalidade para o quarto

Postado em 05/01 em DECORAÇÃO, Quarto

Um quarto ideal precisa aliar beleza e funcionalidade. Nesse contexto, o criado-mudo é um aliado na decoração, pois auxilia na organização do ambiente, colocando em ordem itens que são usados com frequência quando estamos nesse cômodo.

Porém, mais do que sua importância funcional e de servir de complemento para o layout do ambiente, esse item também tem um valor na decoração. Apesar de não ser o protagonista no projeto de interiores do quarto, ele faz toda a diferença no momento de organizar o cômodo mais íntimo da casa.

Projeto da Chastinet Arquitetura

É importante lembrar que o criado-mudo não precisa, necessariamente, combinar com a cabeceira da cama. Apesar disso, ele deve dialogar com os demais elementos que compõem a decoração do quarto. Isso evita que a decoração fique destoante e cheia de informações.

 

Importância do criado-mudo

O criado-mudo tem uma grande importância no relaxamento que o quarto deve proporcionar. É nele que apoiamos aquele livro que lemos antes de dormir ou a garrafa de água para beber durante a madrugada. Ele também pode ser decorado com flores, que sempre trazem um clima de leveza ao ambiente. É ainda no criado-mudo que colocamos o abajur, proporcionando um clima mais íntimo em nossa cama, o que sempre ajuda no relaxamento.

Assim, a principal função do criado-mudo é ajudar no seu conforto dentro do quarto, armazenando objetos e outros itens que usamos com frequência neste cômodo. É nele podemos apoiar controle remoto da TV, babá eletrônica, o despertador e, como dissemos antes, um livro ou abajur. Ele pode possuir gavetas ou ser apenas um nicho.

Foto: Pinterest

Porém, o criado-mudo também participa da decoração do quarto. E isso não apenas pelo seu design e pelo dialogo com os demais itens do projeto de interiores. Ele serve como estrutura onde serão depositados porta-retratos, flores e lembranças de passeios, por exemplo, que são elementos que também contribuem para a decoração do espaço.

 

Os diversos tipos de criado-mudo

Há no mercado uma variedade de criados-mudos e que devem ser escolhidos de acordo com o seu estilo pessoal e levando em consideração o restante da decoração do ambiente.

Lembre-se, porém, que a altura ideal do criado-mudo é a mesma que a altura da cama do seu quarto. Isso é importante para manter a funcionalidade do item, tornando mais fácil acessar as coisas que estão armazenadas no criado-mudo e evitando maiores transtornos no momento de ter acesso a esses objetos.

Criados-mudos podem ser feitos de vários materiais diferentes | Projeto da Chastinet Arquitetura

Criado-mudo de madeira: este é o tipo mais tradicional. É o ideal para quem gosta de material clássico, oferecendo a possibilidade de mesclar a cor original da matéria-prima com uma linha moderna. A atemporalidade do material permite que o criado-mudo combine com vários estilos.

Criado-mudo em MDF: este tipo é vantajoso pela sua diversidade de cores e acabamentos, sendo encontrados com preços mais baratos do que os criados-mudos de madeira. Eles também recebem películas antiporosidade e antifúngica, fornecendo mais qualidade ao produto.

Criado-mudo espelhado: esse tipo de criado-mudo confere requinte e sofisticação ao ambiente. Além disso, o espelho ajuda a ampliar o espaço, sem tirar a autonomia de nenhum outro elemento do ambiente. Essa característica torna esse tipo recomendado principalmente para quartos pequenos. Há a opção também de optar por um criado-mudo de madeira com gaveta e tampo espelhados.

Criado-mudo de vidro: ele é reflexivo, mas possui uma atemporalidade devido a sua transparência, além de realçar cores, texturas e acabamentos. Esse tipo de criado-mudo ajuda no auxílio da decoração, sem competir com outros objetos ou carregar o ambiente. São ideias para dormitórios coloridos, estampados e alegres. Também são muito usados em quartos pequenos, pois oferecem a impressão de ocupar menos espaço.

 

Cores e estilos

Assim como podem ser feitos de materiais diversos, também é possível encontrar criados-mudos para diferentes estilos de decoração. A regra aqui é buscar manter o diálogo entre este item e os demais elementos do projeto de interiores. Assim, se a decoração do cômodo tem uma vibe retrô é interessante que o criado-mudo siga esse mesmo estilo. O mesmo serve para um quarto com decoração provincial, por exemplo.

Projeto da Chastinet Arquitetura

O criado-mudo também pode apresentar um design mais moderno. Um exemplo é o criado-mudo suspenso, que pode ser feito com uma prateleira ou uma simples chapa de MDF. Em seguida, você pode pintar a peça da cor que melhor dialogue com a decoração do quarto e fixa-la na parede com o auxílio de uma mão francesa.

Para quem busca uma visual mais clean e não conta com muito espaço no quarto, uma dica é usar o banco lateral como criado-mudo. Ele é ideal porque é um item simples e bastante funcional. É possível ainda fazer com pallets, mantendo um visual bem bonito. Ainda combina perfeitamente em quartos cuja cama é de pallets ou futon.

Foto: Pinterest

As cores mais procuradas para esse item são o branco e o preto. Isso se deve a característica dessas tonalidades de combinar com as diversas texturas e acabamentos. Essas duas cores também nunca saem de moda e transpassam a condição de um ambiente elegante, atemporal e sofisticado. Por serem tons neutros, permitem ainda a combinação com adereços coloridos.

Isso não quer dizer que os criados-mudos coloridos estejam proibidos. Pelo contrário. Eles acrescentam alegria e jovialidade ao quarto. Como as cores influenciam nas sensações de quem convive com elas, é importante tomar cuidado com os tons que serão escolhidos para o seu quarto.

Gostou do nosso conteúdo? Então compartilhe com os amigos em suas redes sociais. Você também pode se inscrever no blog e receber as novidades em primeira mão. Caso tenha uma dúvida sobre arquitetura e decoração, deixe logo abaixo nos comentários. Quem sabe não vira a nossa próxima pauta? Participe!

Sobre o Autor

Redação Casa para Viver">Redacao Casa para Viver